Um bom atendimento fideliza muito mais que o preço!


Quantas vezes fomos em algum lugar com preço bom, mas o atendimento era horrível, vendedores com má vontade, ambiente desorganizado e justamente por isso não retornamos...


Agora, pense nos lugares que, por mais que o preço fosse maior, o atendimento era excelente, a experiência era melhor, o ambiente era aconchegante e confortável, os vendedores realmente estavam disposto a te ajudar a tomar uma decisão.


Entenda que quando você usa seu preço como diferencial competitivo, a única coisa que está conseguindo, é uma briga no mar vermelho onde quem oferecer mais ''descontinhos'' ganha... inclusive, muitas vezes ganha prejuízo, só para vender.


Aprenda a criar seu diferencial competitivo! Seja no seu atendimento, no profissionalismo, na qualidade do produto, no seu tempo de entrega, no pós-venda, na garantia, na sua oferta online ou qualquer outro motivo que você tenha para desenvolver um bom atendimento!


Muitos empresários entendem que, praticando preços baixos, terão clientes fiéis. Na verdade, acreditar neste conceito é errado. As estratégias de fidelização devem se basear em outros aspectos: oferecer um bom atendimento, um produto ou serviço de qualidade e uma experiência de compra agradável é mais eficaz para incentivar o cliente a voltar à empresa na próxima compra do que apenas oferecer preços baixos.


É por esta razão que um programa de fidelização se baseia em incentivos para que o cliente volte mais uma vez à loja – sem exigir que o diferencial daquele negócio seja o preço. Este incentivo pode ser um desconto ou a geração de pontos que podem ser trocados por produtos. O importante é que ofertar algo que seja realmente atrativo para o cliente, algo que ele dê valor.


E o preço baixo? Ainda que seja um fator que atrai efetivamente consumidores, pode ser uma prática que prejudica a empresa em longo prazo dependendo da forma como é aplicada. Manter preços sempre baixos sem um volume de vendas que sustente essa estratégia pode levar as empresas a ter prejuízos e até mesmo chegar à falência.


Para manter preços baixos, é preciso concentrar as vendas pela redes sociais e loja virtual, e um volume de vendas tão alto que justifique a baixa margem de lucro, algo que nem todas as empresas de varejo podem alcançar.


Várias vendas para o mesmo cliente – Em tempos de grande concorrência e disputa por clientes, um programa de fidelização e relacionamento pode ajudar o varejista a fazer várias vendas para o mesmo cliente, para manter o equilíbrio dos negócios.


São quatro os passos para fidelizar os clientes:


1- Cadastrar os dados do cliente;


2- Entender seus hábitos (frequência, gasto por compra, identificação de inativos);


3- Pesquisar as razões dos clientes que não voltam a comprar;


4- Entender os pontos fortes da empresa, a partir dos relatos de clientes fiéis.


É melhor investir tempo trabalhando o cadastro de clientes do que perder tempo fazendo manobras para baixar os preços, deixando-os mais atrativos que os da concorrência. Com essas informações, é possível minimizar os pontos fracos da empresa, fortalecer os diferenciais positivos e não depender apenas do preço como diferencial competitivo


E como andam suas vendas e seus clientes?



1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Logobranco.png
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco

neoPDV

Sistema PDV

Fale com a gente e contrate já o seu plano

(11) 4858-6215

Avenida Jandira, 257 cj 143 - MOEMA

São Paulo - SP | BRASIL

© 2019 by neoPDV